29 de junho de 2010

Como montar uma vitrine

Nos últimos anos o conceito de exposição das semi-jóias mudou bastante. Seguindo as tendências das grandes joalherias, ao invés de expor uma grande quantidade de peças, que induz o cliente a pensar que todos os modelos da loja estão na vitrine (como numa sapataria), é mais elegante expor apenas poucos modelos, não necessariamente os mais caros. 

A partir da definição do “público-alvo”, coloque nos displays as peças de acordo com as preferências desse público. Em cada expositor, tente agrupar peças do mesmo estilo, de várias faixas de preço.

A tendência natural das pessoas é olhar primeiro para o seu lado superior direito e depois para o inferior esquerdo. Por esta razão, coloque os modelos mais atraentes sempre do lado direito.

Segue um esquema simples de divisão de vitrines:



Sempre coloque os expositores mais altos no fundo da vitrine, os médios no centro e os mais baixos na frente.

Primeiro defina a posição dos displays e depois as semi-jóias. Comece sempre pelas peças maiores (gargantilhas e pulseiras), depois coloque brincos, anéis e pingentes.

Mercadoria em oferta deve ser exposta em cantos mais abertos. Lembre-se sempre de observar se a vitrine está em ordem. Uma peça caída, uma lâmpada queimada ou mesmo vestígios de poeira podem arruinar a imagem de uma loja.

Elementos decorativos não devem chamar mais atenção do que as jóias. Também se deve observar se eles não estão projetando sombra sobre os displays.

Esteja sempre atento se seus concorrentes têm peças iguais ou parecidas aos da sua vitrine. Nesses casos, compare preços e jamais seja o mais careiro. 

A luz da vitrine costuma oxidar as semi-jóias. Para evitar que elas percam o brilho e fiquem com aparência de velhas, passe uma flanela apropriada. As peças da Metal Brasil passam por um processo que diminui bastante, e até mesmo evita, a oxidação das semi-jóias, inclusive as banhadas na prata.

Mude regularmente o conteúdo e a disposição dos displays. Se possível, tenha sempre alguma novidade na vitrine.

Ser original vale e é um diferencial muito positivo. Ter uma vitrine igual às de outras lojas é apenas ser mais um. 

Adote um calendário para a vitrine. Crie variações com os temas e as estações do ano: Verão, Dia das Mães, Dia dos Namorados, Outono/Inverno e Natal, mudando sempre os elementos decorativos de sua vitrine.


Vitrine de Inverno – Loja Amarílis by Metal Brasil
 
Fonte: http://www.ibgm.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coleção Fevereiro/Março 2010

Loading...

Seguidores